Leitura turbina o cérebro e combate a insônia

Hábito pode adiar a perda da memória associada à idade

Publicado em 15/10/2010 no www.minhavida.com.br

 

Quantos livros você já leu ao longo da vida? Se você consegue contá-los na ponta dos dedos, foram poucos. Uma pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência, sob encomenda do Instituto Pró-Livro, mostrou que 45% da população do país não têm o costume de ler. Quem engrossa esse percentual provavelmente não tem ideia dos benefícios que a leitura traz.

Uma pesquisa realizada pela Clínica Mayo, em Minnesota, nos Estados Unidos, mostrou que ler livros como passatempo pode adiar a perda da memória associada à idade. O estudo contou com 200 pessoas entre 70 e 89 anos com leves lapsos de memória. Aqueles que, na meia idade, se ocuparam com leitura, jogos ou hobbies apresentaram 40% menos risco de ter o problema. “Uma boa leitura pode relaxar, aguçar a criatividade, aumentar o vocabulário e o conhecimento”, explica a psicóloga e psicanalista Claudia Finamore.

Muita gente atribui leitura escassa à falta de tempo. Nas horas vagas, as pessoas dão preferência a outros hábitos, como ver televisão. A leitura, principalmente de livros, é algo relacionado à infância: aquela história que os pais contavam antes de dormir ou o livro cheio de figuras que era obrigatório na escola.

 

Por isso também ler se torna uma atividade magnífica. Libera a imaginação e faz você ser criança novamente. “Livros de ficção nos fazem viajar por um mundo de possibilidades ainda não exploradas. Os romances que descrevem viagens por lugares antes desconhecidos nos levam para longe da nossa rotina, deixando-nos por algum tempo relaxados e dando asas à nossa imaginação“, complementa a psicóloga Marina Vasconcellos, especialista em psicodrama terapêutico.

A leitura ainda é um ótimo remédio para quem tem problemas para dormir. “Ler algo por distração é extremamente relaxante e calmante, por isso é indicado para quem sofre de insônia“, afirma a psicóloga.

Por todos esses motivos, realizar uma leitura com frequência pode fazer maravilhas pela sua vida. A psicóloga Claudia Finamore explica que ler é um trabalho mental grandioso, pois exige uma atividade bem estimulada que traz muitos benefícios para a saúde cerebral.