Divida suas metas com os amigos mais próximos

Tomar conta de pessoas nos leva a cuidar de nós mesmos

Publicado em 15/10/2010 no www.minhavida.com.br

 

Quantos amigos você já fez ao longo da vida? Desses, com quantos ainda tem contato? Se você abandonou os seus laços de amizade, trate de reatá-los já e arrume um tempo na agenda para os amigos.

Uma pesquisa realizada na Inglaterra mostrou que encontrar os amigos com frequência, nem que seja apenas para uma conversa descontraída, pode te deixar mais feliz do que alguém que tenha o salário dez vezes mais alto que o seu.

Isso mesmo. Amizades são valiosas e fazem muito bem. O apoio de pessoas queridas é fundamental para você seguir com seus objetivos, compartilhar ideias e dar boas gargalhadas. Com a ajuda delas, você sente motivação para ir adiante e inspira outras pessoas a fazerem o mesmo.

Quem são as primeiras pessoas que você procura quando precisa de um conselho ou de um ombro para chorar? Os amigos estão presentes nessas horas também.

 

“O vínculo com outros indivíduos é um modo de se sentir apoiado. De modo geral, as pessoas necessitam de relações afetivas para manter a saúde emocional. É um modo de realizar trocas de experiências, de refletir sobre si mesmo, receber e dar apoio. As trocas afetivas enriquecem e colorem a vida das pessoas”, explica a psicóloga e psicanalista Claudia Finamore.

Por isso, procure seus amigos. Não apenas para rir e para chorar, mas para compartilhar suas metas, contar seus objetivos e sonhos.

 

Quer mais um motivo para cultivar amigos? Eles fazem você viver mais. Uma pesquisa da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, concluiu que tomar conta de outras pessoas nos leva a cuidar de nós mesmos e, ter poucos amigos pode ser tão prejudicial à sobrevivência de uma pessoa como fumar 15 cigarros por dia ou ser alcoólatra.

Segundo a psicóloga Marina Vasconcellos, amigos são importantes para que possamos trocar experiências e compartilhar vivências. “Não conseguiríamos sobreviver sozinhos. Então, nada melhor que contarmos com a presença de amigos em nossa vida. De preferência aqueles que nos estimulam a crescer e encarar a vida de forma positiva”.