Agitado ou hiperativo?

Seu filho não para quieto de jeito nenhum? Conheça as diferenças entre uma criança arteira e outra com transtorno de comportamento

Publicado por Lia Lehr no site Chrisflores.net

Algumas crianças são bem quietinhas e dão pouco trabalho aos pais.  Em compensação, outras são bastante agitadas. Às vezes, fazem tantas travessuras, que os pais se questionam se estão diante de uma criança hiperativa. Como saber então se o filho sofre algum distúrbio ou se é apenas uma criança mais elétrica?

“O hiperativo não consegue parar com nada. Não consegue ficar atento mais do que 20 minutos e tem dificuldade em se concentrar em qualquer coisa. A criança hiperativa dispersa, não se concentra e ainda atrapalha os outros”, diz Marina Vasconcellos, psicóloga, terapeuta de casal e família.

Marina conta que o problema costuma ser notado quando a criança começa a freqüentar a escola. “Quando ela não para quieta levanta-se e mexe com todo mundo, está sempre mexendo braços e pernas, é que começa a chamar a atenção dos professores por ser tão irriquieta”. Segundo a especialista, esta é a principal diferença entre a criança hiperativa e a agitada, que faz bagunça, mas não atrapalha a rotina de ninguém.

A psicóloga lembra ainda que, é mais comum os meninos serem agitados do que as meninas.

“Até por uma questão de educação e brincadeiras, já que eles são mais estimulados. Enquanto as meninas são estimuladas com brincadeiras de casinha e princesas, os meninos são incentivados a brincar de luta, por exemplo”, explica Marina.

 

Transtorno de déficit de atenção com hiperatividade

A hiperatividade também pode estar associada ao déficit de atenção. “São diagnósticos diferentes, mas parecidos em alguns sintomas. O paciente com déficit de atenção é desorganizado, bagunceiro, desatento. É aquele sujeito que esparrama tudo, é preguiçoso e tem dificuldade em fazer as coisas porque não consegue se concentrar, mas não necessariamente é agitado como o hiperativo, que não para quieto”, explica a psicóloga Marina.

O diagnóstico para a hiperatividade e o déficit de atenção é muito sutil e realizado através de um exame neuropsicológico. O tratamento para os pacientes que sofrem de déficit de atenção costuma ser feito com remédios. Para as crianças hiperativas, recomenda-se a prática constante de esportes. “A criança tem que por para fora o excesso de energia. Ela precisa descarregar toda essa energia que tem acumulada dentro dela. Além disso, são crianças muito criativas e é importante os pais darem condições para elas focarem a energia nesse sentido”, recomenda a especialista.

 

Comente, debata, entre em contato

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s